quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Obras do DER na Região dos Lagos entram na reta final

Estrada da Integração tem orçamento de R$ 25 milhões


Com investimento de R$ 25 milhões, as obras da Estrada da Integração, que liga a área central de Cabo Frio, na Região dos Lagos, à RJ-106, entram na fase final. A nova rodovia, de 12,5 quilômetros, vai diminuir o tráfego pesado dos veículos que circulam pela RJ-102 (Estrada do Guriri), principal acesso ao Aeroporto Internacional de Cabo Frio, além de melhorar o fluxo na entrada da cidade e no distrito de Tamoios, sem necessidade de passar por Búzios. A previsão é de que as intervenções de terraplanagem e asfaltamento sejam concluídas em dezembro.

A pavimentação da via que liga a Estrada do Guriri à Avenida Wilson Mendes, em Cabo Frio, vai tornar possível o desvio do tráfego turístico dos bairros da Gamboa e Jacaré. Já em Búzios, R$ 7,5 milhões foram destinados pelo DER para obras nos bairros Marina, Rasa e Vila Verde. Estão previstos ainda R$ 29 milhões para pavimentação, drenagem, construção de acostamento e implantação de sinalização da RJ-106, entre São Pedro da Aldeia e o acesso a Búzios.

Outra obra que será concluída brevemente em Búzios é a construção de uma nova estrada, de 3,7 quilômetros, a 500 metros da orla, no bairro da Rasa que vai facilitar o acesso às marinas. A via atual, que beira a praia, passará a ser administrada pela prefeitura da cidade para tráfego local.

-->

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

DER SINALIZA MAIS DE 600 QUILÔMETROS DE RODOVIAS

Objetivo é reforçar a sinalização viária estadual em mais de três mil quilômetros

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) já recuperou a sinalização rodoviária de mais de 600 quilômetros de rodovias do estado este ano. A maior ação de revitalização do sistema de sinalização já realizada pelo órgão beneficia, principalmente, as estradas das regiões Serrana e dos Lagos. Além do serviço para pintura de faixas, as equipes estão atuando na instalação de defensas metálicas, tachões refletivos e painéis de mensagens variadas.

A RJ-106, rodovia que liga São Gonçalo a Macaé e atravessa toda a Região dos Lagos, passou por uma completa reformulação na sua sinalização. O DER-RJ contemplou 200 quilômetros da via com pintura de faixas, onde foram colocados ainda mais de 30 mil novos tachões refletivos e 2 quilômetros de defensas metálicas. Outra importante rodovia da região, a RJ-118, que liga Maricá a Saquarema, recebeu 25,7 quilômetros de sinalização horizontal, além de 23 mil novos tachões refletivos. Ainda na Região dos Lagos, o órgão realizou os serviços de sinalização horizontal ao longo de 89,3 quilômetros da RJ-102, no trecho entre Búzios e Cabo Frio. A via também recebeu mais de 27 mil novos tachões refletivos.

Na Região Serrana, as equipes iniciaram as ações na RJ-130, rodovia que liga Teresópolis a Nova Friburgo. Os serviços para pintura de faixas abrangeram 70 quilômetros da via, que contou ainda a instalação de 18 mil tachões refletivos e 1 quilômetro de defensas metálicas. A RJ-142, também conhecida por Circuito Serra-Mar e que interliga os municípios de Nova Friburgo e Casimiro de Abreu, foi beneficiada com a sinalização horizontal de 62,7 quilômetros da estrada.

O objetivo do DER-RJ é reforçar a sinalização viária estadual em mais de três mil quilômetros. Até o momento já foram investidos aproximadamente R$ 8 milhões, recursos aplicados na sinalização de aproximadamente 600 quilômetros.

– Vamos revitalizar a sinalização em mais de três mil quilômetros – disse o diretor de Operação, Monitoramento e Controle de Trânsito do DER, José Hylen Gomes Ney.

sábado, 21 de setembro de 2013

Estrada Rio-Petrópolis terá interdição para obras do Arco Metropolitano

Operação será realizada entre esta sexta-feira (20) e domingo (22).
Tráfego será desviado para execução de obras no trevo de interseção.

Do G1 Região Serrana

Petrópolis (Foto: Divulgação)
Confira os dias e horários das interdições (Foto: Divulgação)



O tráfego de veículos sofrerá alterações na altura do km 109 da BR-040 (Rio-Petrópolis) nesta sexta-feira (20), sábado (21) e domingo (22),  com a interdição parcial e total das pistas nos dois sentidos, por conta das obras de construção do trevo de interseção do Arco Metropolitano. Segundo informou a secretaria de Obras do estado, os motoristas terão nesses momentos vias alternativas nas duas direções para prosseguir viagem.
Nesta  sexta-feira, a pista no sentido do Rio será interditada parcialmente das 22h até 0h de sábado. A partir da meia-noite, a rodovia ficará totalmente fechada até 5h, com a interdição também da pista no sentido de Petrópolis. A partir das 5h, a pista em direção ao Rio será liberada, enquanto a do sentido de Petrópolis continuará interditada parcialmente até 7h para reposição de barreiras rígidas pré-moldadas.
Após as 22h de sábado (21), a pista no sentido Rio sofrerá nova interdição parcial até meia-noite. A partir daí, com o fechamento da pista no sentido de Petrópolis, a rodovia voltará a ficar totalmente interditada ao trânsito, nos dois sentidos, até 5h de domingo. A partir daí, apenas  a pista no sentido de Petrópolis continuará parcialmente fechada até 7h para reposição de barreiras rígidas pré-moldadas.
Segundo a secretaria de Obras do estado, as operações poderão ser adiadas para o fim de semana seguinte (27 e 28) se as condições climáticas não forem adequadas.
Opções de  acesso
Para acesso aos desvios, os motoristas em direção ao Rio poderão seguir viagem pegando a Estrada de São Lourenço,  pouco antes das obras do trevo, passando pela Estrada Dona Teresa Cristina e pela Alameda Paiçandu para daí retornar à BR-040. Quem for para Petrópolis terá de seguir pela Rio-Teresópolis (BR-116) até Imbariê, próximo à Viação União, e retornar à BR-040.
Veículos com altura superior a 4,5 metros estarão proibidos de trafegar na rodovia durante os períodos de interdição. Os interessados poderão obter mais informações  sobre as condições de trânsito pelos números 0800-282-0040 (BR-040) e 0800-021-0278 (BR-116).
Também segundo a secretaria, o trevo na BR-040 é o mais complexo das interseções do Arco com rodovias federais que o estado está construindo na Baixada Fluminense. Além de 10 alças, o trevo terá oito viadutos, quatro em concreto armado e quatro em estrutura metálica. Dos dois viadutos ali existentes, apenas um será mantido, mas ampliado com estrutura metálica, e o outro demolido.
O secretário de Obras, Hudson Braga, explicou que o Arco é a obra estratégica mais importante do estado das últimas décadas, porque vai interligar rodovias federais que cortam o território fluminense, integrar vários grandes complexos industriais e transformar a Baixada Fluminense em uma grande área de logística.    
"A conexão do Arco com os grandes eixos rodoviários do país – Rio-Santos, Rio-São Paulo, Rio-Belo Horizonte-Brasília, Rio-Bahia e Rio-Vitória - permitirá reestruturar a malha rodoviária da Região Metropolitana.  O Arco é um sonho que o governo do estado está tirando do papel depois de mais de 30 anos -", afirmou o secretário.
A rodovia será um extensão da BR-493, ligando Itaboraí, a partir do entroncamento com a BR-101 Norte, a Itaguaí, onde se conectará com a BR-101 Sul, num total de 145 quilômetros. O trecho virgem da estrada, com 79,9 quilômetros, entre Duque de Caxias e Itaguaí, está sendo feito pelo governo do estado.
-->

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

DER intensifica serviços na ponte de Itaperuna

Expectativa é de que a passagem seja liberada aos veículos em novembro


O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) está atuando na construção dos vãos de acessos à ponte de Itaperuna. Em um dos lados, estão sendo empregados recursos e equipamentos próprios do órgão. Além disso, uma licitação complementar da obra irá viabilizar intervenções mais complexas do outro lado da passagem. A expectativa é de que tudo esteja liberado ao tráfego no início de novembro.

A parte central da ponte sobre o Rio Muriaé ficou pronta em meados de abril. Agora, a equipe do DER retomou a atuação no extremo da ponte, em direção aos bairros Aeroporto e Matadouro, deslocando equipamentos e funcionários para as atividades de aterragem, estrutura de cabeceira e pavimentação.

As obras na ponte de Itaperuna vão encurtar o caminho entre importantes bairros do município e melhorar estrategicamente o fluxo de agronegócios da região.
-->

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Novos equipamentos reforçam as ações do DER

Seis veículos fazem parte do pacote, que dará apoio às ações dos agentes

As ações do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) para fiscalização de estradas e vias urbanas do Estado do Rio contam com novos equipamentos. Os agentes, que já utilizam radares portáteis e sensores de velocidade, também ganharão mais seis novas viaturas, que devem chegar no início do mês que vem.

Outros itens utilizados pela equipe incluem uma pistola Trucam; um cartão de 4GB; duas baterias; um carregador de bateria; um tripé para apoio do radar; um suporte para fixação do tripé; uma coronha para operação portátil e uma maleta de transporte.

Durante as aulas de capacitação, que acontecem há cerca de dois anos, na sede do órgão, no Centro do Rio, os agentes recebem orientações sobre o uso correto do equipamento, além de legislação e regulamentação do trânsito. Ainda são feitas qualificações extras voltadas para operações especiais, principalmente em feriados, como Natal, Réveillon, Carnaval, Dia de Finados, Corpus Christi, Semana Santa e Dia da Independência.

As operações do DER são realizadas em conjunto com policiais militares do Batalhão de Polícia Rodoviária.

- As aulas práticas, nas rodovias, são sempre supervisionadas por consultores técnicos. Verificamos o respeito dos motoristas à velocidade determinada nos trechos das estradas; a legalidade da situação dos veículos e atendemos às solicitações que venham a interferir na normalidade das vias. Recentemente, na RJ-133 (altura de Mendes), fizemos um reparo na passagem de nível. E regulamos o trânsito, além de buscar alternativas - explicou o superintendente do órgão, Roberto Ferreira.
--> -->

quinta-feira, 18 de julho de 2013

DER-RJ planeja utilizar novo material para produzir asfalto borracha

Tecnologia foi usada na pavimentação da RJ-122, entre Guapimirim e Cachoeiras de Macacu

Premiado pela utilização do asfalto borracha na pavimentação da RJ-122, entre Guapimirim e Cachoeiras de Macacu, o DER-RJ (Departamento de Estradas de Rodagem) planeja desenvolver uma inovadora tecnologia para aplicação do asfalto ecologicamente correto com sistema de massa morna. A grande diferença neste novo método é a utilização de água e não de produtos químicos na composição dos agregados.

Nesta quarta-feira (17/7), o órgão da Secretaria de Obras – que superou concorrentes do mundo inteiro na categoria Melhor Gestão de Obras, justamente pelo caráter sustentável e ecológico do projeto – recebeu um especialista no assunto, o engenheiro suíço Andreas Bierdemann.

Um dos grandes benefícios da tecnologia apresentada pela empresa suíça Ammann, detentora da técnica para aplicação do asfalto borracha, é a preservação do ecossistema. Ao utilizar água no lugar dos componentes químicos, o impacto sobre o meio ambiente será reduzido consideravelmente, além garantir uma grande economia sobre o custo final dos projetos.

Não será a primeira vez que o DER-RJ utilizará a aplicação de massa morna na pavimentação das rodovias estaduais. Desde 2007 o órgão já vem utilizando o método, empregado pela primeira vez na RJ-140, no trecho entre Cabo-Frio e São Pedro D’Aldeia. A diferença agora é a aplicação do asfalto borracha, tecnologia recém-empregada na pavimentação da RJ-122, com o novo método de massa morna e água na composição dos agregados.

O processo não demandará grandes mudanças nas usinas de asfalto borracha, uma vez que serão necessárias apenas algumas adaptações para que o novo sistema possa ser implantado. A qualidade e durabilidade dos compostos serão mantidas.
-->

sábado, 29 de junho de 2013

Detran publica regras para bônus por desempenho para funcionários

Servidores terão que obter pontuações maiores para garantir prêmio

O Detran publicou nesta quarta-feira (26/06) uma portaria com as novas regras para aperfeiçoar o sistema de bonificação por desempenho. A partir de agora, os cerca de 2.200 servidores terão que obter pontuações maiores para garantir o prêmio, que pode chegar até dois salários extras. O pagamento do segundo bônus, referente ao primeiro semestre deste ano, será feito na folha de setembro.

Do prêmio total, 80% correspondem ao índice da Avaliação Institucional. Os outros 20% dependem unicamente do desempenho do funcionário, que será avaliado em treze quesitos, com pontuação de 1 a 4. Entre as mudanças está a alteração das faixas de pontuação da avaliação individual.

Se antes o funcionário precisava de 48 a 52 pontos para atingir os 20%, agora terá de ficar acima de 50 para alcançar o nível. Para chegar aos 15%, deve ficar entre 46 e 49, enquanto os 10% dependem de 42 e 45 pontos e os 5% de 36 a 41.

Os textos dos 13 fatores analisados também foram modificados para aumentar os desafios e, consequentemente, melhorar os serviços prestados pelo órgão aos cidadãos. Como exemplo, tem-se a alteração no quesito produtividade. Antes, cumprir certo volume de trabalho num determinado tempo era o requisito. Agora, para conseguir a nota 4 será preciso superar o esperado para a função e produzir ainda mais.

O número de salários a mais a serem concedidos depende principalmente do cumprimento das metas institucionais. Se o percentual ficar entre 90% e 105%, será concedido um salário extra. Se for entre 105% e 120%, corresponderá a 1,5 salário. Se ficar acima de 120%, dois salários extras servirão de base para o cálculo.

- O sistema de bonificação por atingimento de metas implementado no Detran no ano passado trouxe inquestionável vantagem administrativa, com o engajamento do seu corpo funcional para obter melhores resultados operacionais, refletindo, por consequência, numa expressiva melhoria de qualidade de atendimento aos clientes. A meritocracia no segmento público é uma demonstração clara de administração governamental comprometida com práticas modernas de atuação, visando prover serviços com eficácia e eficiência à população - afirmou Fernando Avelino, presidente do Detran.

Embora as metas de cada setor sejam definidas para o ano, o novo método vai considerar a média do semestre. A apuração começa no próximo mês e, em seguida, inicia-se a fase de avaliação individual dos servidores pelos gestores. Depois que as notas forem publicadas, os funcionários poderão pedir uma consideração se discordarem da pontuação. Se esta não for aceita, poderão entrar com um recurso na Comissão de Avaliação de Desempenho.

Em abril, dos 1.872 servidores aptos a participar da avaliação, 334 receberam o prêmio maior. A maioria, 1.057, ganhou 1,5 salário, e 268 embolsaram um vencimento a mais. Em seus levantamentos, o Detran já percebe as melhorias conquistadas após a implementação da meritocracia. A média de espera para o agendamento do Certificado de Registro de Veículo, por exemplo, caiu de 23 dias em 2011 para quatro dias. 
-->

DER inicia obras de drenagem nas RJs 115 e 085, em Duque de Caxias

Execução do serviço em rodovias conta com investimento total de R$ 15,4 milhões

O início das obras de melhorias físicas em dez quilômetros correspondentes as RJ’s -115/085, rodovias estaduais que atravessam o bairro de Xerém animaram os moradores de Duque de Caxias. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), órgão responsável pela execução dos trabalhos, intensificou os esforços no projeto de infraestrutura e mobilidade urbana para o município da Baixada Fluminense. A ação é importante para a população local, que muito em breve desfrutarão de mais conforto e segurança quando forem circular pelas vias reformadas e amparadas com a construção de ciclovias.

A execução do serviço conta com um investimento total de R$ 15,4 milhões, financiado pelo Banco do Brasil, mediante repasse de recursos do BNDES. Iniciado em março desse ano, a obra está programada para ser oficialmente entregue à população no início de outubro, de acordo com o cronograma estabelecido pelos engenheiros do DER-RJ.

No momento as equipes estão voltadas para o serviço de implantação do sistema de drenagem nos dez quilômetros programados, trazendo um novo escoamento das águas pluviais para a região. Durante a realização dos trabalhos, estão sendo gerados cerca de cinquenta empregos. Além desta frente de obras, já estão em andamento a restauração do pavimento, com recuperação de pistas e a ciclovia paralela em toda extensão definida no projeto.

– O começo das obras já demonstrou o quanto será importante a nova estrutura de drenagem e pavimento para os moradores dessa localidade de Caxias. O ganho em conforto e segurança fica mais evidente com a ciclovia, que será mais um meio de locomoção para os habitante do bairro de Xerém – afirmou o engenheiro do DER-RJ e fiscal da obra, Jorge Farah.

O DER-RJ programa ainda melhorias urbanísticas nessa região, com atividades ligadas a fresagem, recapeamento, sinalização e iluminação nas rodovias RJ-115 e RJ-085, atendendo assim Duque de Caxias e parte de Belford Roxo.
-->

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Motorista de ônibus que avançar sinal três vezes será demitido no Rio


Prefeitura diz que condutor não poderá ser contratado por outra empresa.
Empresas terão um ano para oferecer treinamento aos motoristas.

Do G1 Rio
Motoristas de ônibus que avançarem o sinal vermelho, nas ruas do Rio de Janeiro, poderão ser demitidos. A medida faz parte do pacote da prefeitura para apertar a fiscalização contra as empresas e punir os maus profissionais, como mostrou o RJTV em reportagem exibida neste sábado (4).
De acordo com o secretário municipal de transportes, Carlos Roberto Osório, a partir de agora, se o condutor for flagrado ultrapassando o sinal vermelho três vezes, ele será demitido e não vai poder ser contratado por nenhuma outra empresa de ônibus.
“Nós não poderemos ter profissionais que colocam a vida dos nossos cidadãos em risco, de maneira recorrente e sem responsabilidade”, disse Osório.
Pelo decreto publicado no Diário Oficial, na quinta-feira (2) as empresas de ônibus terão um ano para oferecer treinamento de reciclagem e capacitação aos que ingressarem na profissão e a todos os 18 mil condutores em atividade.
As empresas de ônibus que circulam no Rio também serão obrigadas a informar mensalmente a relação detalhada das infrações cometidas pelos motoristas, que poderão ser punidos.
“Vamos criar um cadastro desses motoristas, com anotação das infrações e regras, para tirar do sistema motoristas que não tenham condições de circular e realizam infrações recorrentes ou que tenham problemas comportamentais que possa levar a vida dos passageiros em risco“, ressaltou Osório.
A RioÔnibus - que representa as empresas da cidade do Rio - informou que aceitou e compreendeu as novas determinações da prefeitura e que vai promover novos cursos de educação no trânsito para os motoristas.
Acidentes com ônibus
A prefeitura decidiu apertar a fiscalização depois de uma série de acidentes envolvendo ônibus. Foram registrados mais de dez no último mês. Na terça-feira (30), o ciclista Pedro Nikolay morreu ao se chocar com ônibus na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, na Zona Sul.
Na sexta-feira (3), um homem ficou ferido depois de ter sido atingido na calçada, no campo de são Cristóvão, na Zona Norte. Em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, uma mulher morreu atropelada, também por um ônibus, na Avenida Doutor Mario Guimarães.
O caso mais grave foi no dia 2 de abril. Uma briga entre motorista e passageiro provocou a queda de um ônibus do viaduto sobre a Avenida Brasil. Oito pessoas morreram e outras nove ficaram feridas

.Fonte G1 Rio
-->

Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) receberá nova sinalização


Investimento será de R$3,5 milhões e serviço será finalizado em dois meses


O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), através da Superintendência de Sinalização (SSI), investe na melhoria do sistema de sinalização da malha rodoviária. As ações agora estão voltadas para RJ-106, também conhecida por Rodovia Amaral Peixoto. Nos quase 200 quilômetros de extensão da via, o DER-RJ recuperará a sinalização horizontal e vertical e com tecnologia de ponta.


Do entroncamento com a RJ-104, em São Gonçalo, atravessando toda Região dos Lagos, terminando em Macaé, a rodovia passará por obras. O serviço contará com investimento total de R$ 3,5 milhões. Durante a primeira etapa de intervenções, os esforços estarão concentrados na pintura de faixas do trecho inicial da RJ-106. O DER-RJ usará a pintura termoplástica, que garante uma durabilidade maior de até 25% na sinalização horizontal.

- Esse material será utilizado nas faixas da rodovia. Essa é uma tinta que se funde com o pavimento, e, por isso, dura mais que o material usado tradicionalmente - explica José Luiz Teixeira da Silva, coordenador da SSI.

Os trabalhos se encontram em fase preliminar e estão programados para serem finalizados em 60 dias. Também será feita a reposição e recolocação de placas danificadas, furtadas e pichadas. No trecho que passa pela Serra do Mato Grosso, entre Maricá e Saquarema, o órgão implantará a pintura em alto-relevo, que auxilia os motoristas e aumenta aderência dos pneus em dias de chuva.

A rodovia receberá ainda dois mil metros de defensas metálicas, que serão instaladas nos pontos mais importantes, e tachas refletivas, que tem por finalidade delimitar e delinear as faixas de rolamento das rodovias. Painéis móveis de orientação serão instalados para informar os motoristas sobre a presença das equipes e melhorar a trafegabilidade pela via.

O superintendente de Sinalização do DER-RJ, Luciano Muller, ressalta a qualidade dos produtos utilizados e a importância do trabalho prestado pelo órgão.

- O DER-RJ está mais uma vez investindo pesado na aplicação de novas tecnologias, que proporcionarão no futuro muito mais segurança e conforto aos motoristas, não apenas na RJ-106, mas como em toda a malha rodoviária estadual - afirmou Muller.
-->

terça-feira, 14 de maio de 2013

DER entra na fase final das obras na RJ-157


Obras em Barra Mansa serão concluídas ainda em maio

O Departamento de Estradas e Rodagens (DER-RJ) concluirá ainda no mês de maio as obras de estabilização de encostas no km 0,7 e km 2,3 da RJ-157, no município de Barra Mansa.

Os serviços estão em plena execução e contam, também, com obras de alargamento de pista. O tráfego na RJ-157 continuará normal nessa fase final, com a manutenção dos desvios devidamente sinalizados para atender os usuários.

O investimento estadual nessas atividades ficou em torno de R$ 3 milhões. São aproximadamente 25 trabalhadores em ritmo acelerado, com a expectativa de adiantar os serviços na rodovia para serem entregues neste mês.

De acordo com o engenheiro responsável pela obra, José Roberto Rosendo, a contenção está sendo feita através do método de cortina atirantada.

 - É o modo mais seguro e viável para este tipo de caso. Uma grade feita de vergalhões de aço impedem possíveis deslizamentos com uma boa drenagem no local.

A RJ-157 liga o município de Barra Mansa até a divisa com o estado de São Paulo, somando 11 km de extensão ao todo.
-->

Bairros de Miguel Pereira têm ruas revitalizadas


Estradas de Japeri a Pórtico de Portela ganharão asfalto borracha

MIGUEL PEREIRA - O Governo do Estado entregou, neste sábado (11/5), obras do programa Asfalto na Porta em Miguel Pereira, no Centro-Sul Fluminense. Foram 5,5 quilômetros de ruas asfaltadas e recapeadas. Durante a cerimônia, foram anunciados investimentos de mais R$ 87 milhões para a aplicação de asfalto borracha em estradas de Japeri até o Pórtico de Portela.

- Vamos pavimentar de Japeri até o Pórtico de Portela com asfalto borracha, abrindo acostamento e alargando as pontes. Serão investidos R$ 87 milhões nesta estrada - afirmou o vice-governador e coordenador de Infraestrutura do Estado, Luiz Fernando Pezão.
 
Os moradores das ruas Sebastião Vieira de Souza, Estanilo Xavier, Albertina da Rocha Valle, Valdemar Vieira da Rosa, São Roque, Manfredo Delamare e Frederico Wangler já contam com novo asfalto. As obras na Rua Bruno Lucci estão sendo executadas.

DER ACELERA AS OBRAS DE CONTENÇÃO NO CIRCUITO TERÊ-FRI (RJ- 130)


A Região Serrana é uma área de intensas precipitações, com chuvas de intensidade acima do normal, redobrando a necessidade de monitoramento e ações emergenciais nas estradas estaduais que atravessam a localidade. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) atua nas obras preventivas e também no conserto de certos trechos danificados pelas fortes alterações climáticas. No momento o órgão está mobilizado e perto de entregar os serviços definitivos relativos a contenção de encostas no km 39 da RJ-130, no local conhecido como Alto de Vieira, dentro dessa via que liga Nova Friburgo à Teresópolis.

A obra nesse segmento da RJ-130 já se desenvolve há cerca de 30 dias, com atividades de infraestrutura relativas a contensão preventiva, somando frentes ligadas a drenagem, terraplanagem e trabalhos voltados a taludar o morro do lugar. O órgão já cumpriu 10% do cronograma, estimando ainda mais cinco meses de tarefas, contando com 50 funcionários aproximadamente.

O engenheiro responsável do DER-RJ, Marcelo Góes, explica como está sendo o trafego enquanto a obra se desenrola:

- O local se encontra em meia-pista, com toda a sinalização para orientar os motoristas. O desvio conta com o trecho do acostamento, quebra-mola e monitoramento. Esse contratempo é preciso para enfim se ter uma solução definitiva e segura nesse trecho da rodovia.

O investimento administrado pelo DER-RJ está em torno de R$ 6,5 milhões e está no programa de obras de contensão do Estado do Rio de Janeiro. A RJ-130 é uma das principais vias da Região Serrana já que liga Nova Friburgo à Teresópolis, dois municípios com intenso turismo e com economia fortemente ligada a produção de hortifrutigranjeiros e a indústria têxtil. 

sexta-feira, 3 de maio de 2013

DER entrega obras em Bom Jesus de Itabapoana


Melhoria na pavimentação e construção de complexo esportivo estão entre as intervenções

O Governo do Estado entrega, nesta sexta-feira (3/5), em Bom Jesus de Itabapoana, na Região Noroeste Fluminense, a pavimentação do trecho entre Pirapetinga de Bom Jesus e Barra de Pirapetinga da rodovia municipal BL-07, uma estrada importante para o escoamento da produção agropecuária da região. Também será entregue um complexo esportivo no Bairro Sebastião Pimentel Marques.

A obra na rodovia municipal foi executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O órgão, vinculado à Secretaria de Obras, também construiu uma ponte sobre o Córrego Baraúna, para facilitar a mobilidade dos moradores da área.
;

Transporte no Rio pode alcançar expressiva redução de CO2 até 2016


Expectativa é que setor atinja em três anos metade da diminuição da emissão prevista para 2030

O setor de transportes no Estado do Rio deve deixar de emitir 1,8 milhão de toneladas de CO2 até 2016, com a ampliação e a melhoria das redes metroviária e ferroviária e dos serviços de barcas e de ônibus municipal e intermunicipal. O total previsto de redução de emissões do gás-estufa significa que, já em 2016, o Rio de Janeiro alcançará 50% da meta de redução de CO2 estabelecida para 2030.

Os dados de redução das emissões de CO2 no setor de transportes – segundo estudo realizado pela Coppe/UFRJ – foram divulgados pela Secretaria do Ambiente. A expectativa é que aproximadamente 260 mil carros particulares e 12 mil ônibus sejam substituídos por dia por transportes coletivos mais ambientalmente amigáveis.

Com a realização das reduções previstas, o Estado do Rio deve atingir, em apenas seis anos, metade da meta – instituída pelo Decreto de Mudanças Climáticas (nº 43.216) – de redução de 3,8 milhões de toneladas da emissão de CO2 até 2030.

O uso de energia é responsável por mais de 60% das emissões de CO2, dos quais o setor dos transportes representa 45%. Além do CO2, são emitidos outros gases de efeito estufa, como o dióxido de enxofre e o monóxido de carbono, altamente prejudiciais à saúde humana.

Com a melhoria e expansão do setor de transportes de massa, a estimativa é que do total de 1,8 milhão de toneladas de CO2 cada um dos modais abaixo alcance a seguinte redução:

- Melhorias da rede ferroviária: 884.330 toneladas;

- Reestruturação rodoviária: 504.400 t.;

- Expansão da malha metroviária: 414.300 t.;

- Expansão hidroviária: 33.060 t.;


quinta-feira, 25 de abril de 2013

Plano rodoviário vai melhorar mobilidade no estado


Pacote de R$ 1,9 bi inclui construção de estradas na Região dos Lagos e ligação da Baixada à Avenida Brasil

O governo do Estado vai investir R$ 24,4 milhões para melhorar o acesso rodoviário a Búzios, na Região dos Lagos, um dos destinos mais procurados para turismo no Rio de Janeiro. As obras fazem parte de um pacote de obras de R$ 1,9 bilhões, aprovado pelo governador Sérgio Cabral na última quinta-feira (18/4), que prevê ainda a ligação da Baixada Fluminense à Avenida Brasil, através da Via Light, e a modernização da sinalização das cidades turísticas, antes da realização dos grandes eventos de 2014 e 2016.

Já em andamento, a construção da Estrada da Integração vai reduzir o tráfego pesado da RJ-102 (Estrada do Guriri), principal via para acessar o Aeroporto Internacional de Cabo Frio, e melhorar o acesso à entrada da cidade e ao distrito de Tamoios. Quando concluída, a rodovia terá 12,5 quilômetros ligando o centro de Cabo Frio à RJ-106. O custo estimado é de R$ 25 milhões.

A pavimentação de uma via que liga a Estrada do Guriri à Avenida Wilson Mendes, em Cabo Frio, foi autorizada pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER). Dessa forma, será possível desviar o tráfego turístico dos bairros de Gamboa e Jacaré. Já em Búzios, R$ 7,5 milhões foram destinados pelo órgão para obras nos bairros Marina, Rasa e Vila Verde. Estão previstos ainda gastos de R$ 29 milhões para pavimentação, drenagem, construção de acostamento e implantação de sinalização da RJ-106 entre São Pedro da Aldeia e o acesso a Búzios.

Outra obra prevista é a construção de uma nova estrada, de 3,7 quilômetros, a 500 metros da orla, no bairro da Rasa, começará em dois meses e vai facilitar o acesso às marinas. A via atual, que beira a praia, passará a ser administrada pela prefeitura da cidade para tráfego local.

Baixada terá ligação com Av.Brasil

A complementação das obras das Via Light, com a construção da alça que liga Nova Iguaçu à Pavuna também sairá do papel. Para ligar a Baixada Fluminense à Avenida Brasil, o governo do Estado disponibilizou R$ 469 milhões. O projeto de pavimentação inclui 3,5 quilômetros de vias, dois túneis, sinalização e iluminação pública, com prazo de execução de dois anos.

Alternativa de acesso à Região dos Lagos, a RJ-104, que liga Tribobó a Manilha, também deve sofrer intervenções de melhoria. Foram contempladas no pacote as obras da Rodovia Mauá-Maringá, em Itatiaia, já em andamento, e as rodovias Barra do Piraí-Valença e Japeri-Miguel Pereira, que serão pavimentadas e receberam mais estruturas de sinalização e segurança.

A ligação entre os municípios de São Francisco de Itabapoana e Campos, também será feita, através da uma ponte de 1,3 quilômetros, orçada em R$ 124 milhões.
-->

sábado, 20 de abril de 2013

EXPRESSO MANGARATIBA, TREL, FAGUNDES E RIO ITA NA MIRA DO DETRO

A fiscalização do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) esteve em vários terminais rodoviários da Região Metropolitana para realizar a operação “Tomahawk” que tem como objetivo combater as irregularidades em empresas que operam linhas intermunicipais e que apresentam grande número de reclamações junto à Ouvidoria do departamento. A fiscalização esteve nos terminais João Goulart, em Niterói, Duque de Caxias, Nilópolis, Itaguaí
No Terminal João Goulart, em Niterói, a Rio Ita teve cinco veículos recolhidos, sendo um por iluminação inoperante, um por dupla função e ausência de selo, um por CAT vencido e pneu liso, um por falta de selo e um por alteração de características e roleta em desacordo com o edital, além de cinco autuações por dupla função. Já a Viação Fagundes, teve seis coletivos encaminhados à garagem, dois por alteração de características, um  por dupla função e limpador de para-brisa inoperante, um por falta de CAT e sem o telefone da Ouvidoria, um com limpador inoperante, falta de selo e sem ar condicionado e mais um por falta de CAT.
         Em Itaguaí, a fiscalização retirou de circulação um ônibus da Expresso Mangaratiba por CRLV atrasado e roleta em desacordo com edital e outros três veículos da mesma empresa foram infracionados por roleta em desacordo.
         Na Baixada Fluminense, em Nilópolis, houve o recolhimento de seis ônibus da Transmil por CRLV atrasado, selo e CAT vencidos, além das seguintes infrações: falta de higiene, banco solto e piso danificado. No Terminal de Duque de Caxias, houve sete apreensões na Trel, por falta de selo e CAT, pneu liso, iluminação inoperante, higiene, CRLV atrasado, alteração de características, dupla função e limpador de para-brisa inoperante.
         A Operação Tomahawk é focada em empresas específicas e cada fiscalização se baseia, para a escolha das mesmas, no número de reclamações registradas na Ouvidoria do Detro e/ou na quantidade de infrações aplicadas. -->

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Ônibus da linha 478 deverá adequar prestação de serviços

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro obteve, nesta quinta-feira (11/04), liminar que obriga a empresa Turismo Transmil Ltda. a adequar, imediatamente, a prestação de serviço dos ônibus da linha 478, que faz o trajeto Mesquita-Passeio. A empresa deverá resolver problemas como atrasos, pneus lisos, iluminação externa dos ônibus, descumprimentos de quadro de horários e paralisação da linha.

Na ação, ajuizada no dia 25 de fevereiro deste ano, o Promotor de Justiça Carlos Andresano Moreira, da 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, destaca que, antes de ajuizar a ação, o MPRJ propôs a celebração de um termo de ajustamento de conduta, para solucionar os problemas apresentados pelos usuários da linha. "Em uma clara demonstração de desconsideração pelos direitos de seus consumidores, a empresa sequer respondeu o ofício que a convidava a buscar uma solução extrajudicial", narra o trecho da ação.

A empresa será multada em R$ 10 mil cada vez que forem registradas as infrações.
-->

terça-feira, 2 de abril de 2013

GOVERNO DO ESTADO TERMINA DUPLICAÇÃO DA AVENIDA KENNEDY

Galeria pluvial irá acabar com inundações em ponto crítico de Gramacho


Os transtornos causados por enchentes, quando chove forte, e o caos do trânsito se aproximam do fim para quem vive ou trabalha no entorno da Avenida Presidente Kennedy, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), vinculado à Secretaria de Obras, deverá entregar a última etapa das obras de duplicação, drenagem e pavimentação na estrada em setembro deste ano. As intervenções incluem ainda calçamento e urbanização.

Os últimos três dos 15,7 quilômetros de extensão da via estão sendo concluídos e destes 1,7 quilômetro em Gramacho é o mais crítico. Cerca de 70 operários trabalham no trecho que receberá obras de pavimentação e de macrodrenagem. Está sendo construída uma galeria que vai multiplicar por dez a capacidade de vazão da água de chuva que cai na região. A galeria existente, além de muita antiga, tinha um tubo de apenas 800 milímetros de diâmetro e a nova, que está sendo construída em concreto, mede 3,5 metros de largura por 1,5 metro de altura.

- Toda vez que chove muito nessa região é um transtorno para a população. As ruas ficam alagadas, a água inunda casas e lojas e muito lixo e lama se acumulam, causando doenças e danos materiais. Com a nova galeria isso vai acabar e, quando chover, as pessoas não terão mais de conviver com esses dramas - afirmou o secretário de Obras, Hudson Braga.

Também estão sendo duplicados, drenados e pavimentados 800 metros no bairro Centenário e alguns trechos no bairro Pilar, que ainda dependem de algumas desapropriações e da retirada de postes da rede elétrica pela Light.

Iniciadas em agosto de 2005, as obras de recuperação e duplicação em toda a extensão da Avenida Kennedy representam um investimento de R$ 119,4 milhões, financiados com recursos do Tesouro Estadual e do empréstimo contraído junto ao Banco do Brasil, no âmbito do Programa de Melhoria da Infraestrutura Rodoviária e Urbana e da Mobilidade das Cidades do Estado (Pró-Cidades).

Formada pela junção da RJ-101 com a RJ-105, a Avenida Presidente Kennedy, oficialmente rebatizada de Leonel de Moura Brizola, já conta com 86% de terraplanagem, 87% de drenagem e 97% de pavimentação, além da três pontes novas e restauração de outras três.
-->

domingo, 17 de março de 2013

ASFALTO BORRACHA É IMPLANTADO EM NOVAS ESTRADAS DO INTERIOR

Obra ecológica ajudará a fortalecer o turismo nas regiões de Visconde de Mauá e Maringá


O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) iniciou mais uma importante obra no interior do estado. Depois do sucesso obtido com o asfalto borracha implantado na RJ-122 (Guapimirim-Cachoeiras de Macacu), chegou a oportunidade de outra rodovia estadual receber a tecnologia reconhecida e premiada internacionalmente. Desta vez a técnica será adotada na RJ-151, no trecho compreendido entre distritos de Visconde de Mauá e Maringá, no município de Resende.
 
Com investimento de quase R$ 9 milhões, recursos provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a obra faz parte do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). De acordo com o cronograma previamente estabelecido pelo DER, as obras estão programadas para serem concluídas no início do segundo semestre.
 
O projeto faz parte do plano de dinamização do turismo, fortalecimento da economia e mobilidade da população da região, iniciado com a pavimentação da RJ-163, no trecho entre Capelinha e Visconde de Mauá, entregue em dezembro de 2011 pelo DER.
 
Durante a fase inicial, o órgão estará utilizando um efetivo diário composto por aproximadamente 40 homens, assim como um vasto maquinário: escavadeiras hidráulicas, retro-escavadeiras, caminhões, carregadeiras, patrols e rolos-compressores. Os esforços estarão concentrados na limpeza da pista, roçado e instalação dos bueiros. Depois, as equipes iniciarão os serviços de terraplenagem, drenagem, pavimentação, contenção de encostas e sinalização da via.
 

Pavimentação ecológica nas estradas-parque
Em outubro de 2007, o governador Sérgio Cabral assinou o Decreto 40.979, definindo o conceito de estradas-parque no Estado do Rio e autorizando a pavimentação, segundo conceitos ecológicos de rodovias em unidades de conservação. Para ser pavimentada, a estrada-parque terá de obter licença ambiental do Inea (Instituto Estadual do Ambiente) e obedecer a uma série de critérios em respeito à conservação do ecossistema da região.
 
O uso do asfalto-borracha tem outras vantagens: o material possui alta viscosidade, com mais de 50% de aderência, o que representa redução de acidentes, e diminuição de 40% do ruído e dos custos, em relação ao asfalto tradicional, além de maior durabilidade, numa média de 20 anos. O produto é processado por uma Usina de Fabricação de Asfalto Borracha, instalada pelo DER-RJ no próprio canteiro de obra.

-->

quarta-feira, 13 de março de 2013

FRISAGEM DE PNEUS PODERÁ SER PROIBIDA NO ESTADO



A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira (12/03), em primeira discussão, o projeto de lei 352/11, que proíbe a frisagem de pneus em oficinas, autopeças e borracharias localizadas no estado. O autor da proposta, deputadoXandrinho (PV), defende que o procedimento, que refaz as ranhuras dos pneus, prejudica seu desempenho e coloca em risco os motoristas. “Ao ser submetido à frisagem, o pneu sofre uma diminuição na espessura da camada de borracha e assim expõe parte da estrutura que é formada de arame. Quando chega nessa parte de arames o pneu já perdeu toda a sustentação e consequentemente a capacidade de rodar”, argumenta ele, informando que a má conservação dos pneus é responsável por 20% dos acidentes nas rodovias de todo o Brasil.
(texto de Fernanda Porto)


Detrans querem referendo popular sobre rigor da nova Lei Seca

Os Detrans de todo o Brasil estão se mobilizando em defesa da Lei Seca. Em reunião na manhã desta terça-feira (12/3), representantes de pelo menos 12 estados aprovaram uma nota criticando o parecer da Procuradoria Geral da República.

A vice-procuradora-geral da República, Deborah Duprat, manifestou-se contra a possibilidade de punição a motoristas que se recusam a fazer o teste do bafômetro. O documento foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Representantes dos Detrans, liderados pela Associação Nacional dos Detrans (AND) seguem para a Comissão em Defesa do Trânsito Seguro onde reivindicam que o Congresso Nacional faça um referendo popular, para que a sociedade decida se o motorista deve ser punido mesmo quando não fizer o teste do bafômetro.

"O entendimento da PRG não pode prevalecer. Se eu não puder punir o motorista nem administrativamente, porque ele se recusou a assoprar o bafômetro, a lei seca acabou", declara Alessandro Barcellos, diretor-presidente do Detran/RS. -->

terça-feira, 12 de março de 2013

DER CONCLUI 80% DE SERVIÇOS PRESTADOS NA RJ-131

RJ-131 possui 19 km de extensão e liga Vassouras a Paraíba do Sul


O Departamento de Estradas de Rodagens (DER-RJ) vem mobilizando esforços para agilizar as obras da RJ-131, no município de Comendador Levy Gasparian. O DER já alcançou 80% dos serviços programados para os 5,9 km de extensão, no trecho conhecido como Rodovia União Indústria.

As atividades contam com alargamento de pista, aplicação de acostamentos para segurança dos motoristas, nova iluminação, implantação de drenagem e ainda a construção de uma ciclovia para atender os moradores locais. O investimento do Governo do Estado está em torno de R$ 8 milhões, com a expectativa de conclusão dos serviços para maio de 2013.

As obras na RJ-131 estão contando com 15 funcionários e máquinas como retroescavadeira, rolo-compressor e caminhões para finalizar o serviço o mais breve possível. No momento, o DER-RJ já concluiu todos os serviços de drenagem e pavimentação em toda extensão, e está sendo aplicada a nova iluminação no local e um novo ponto de parada de ônibus.

A RJ-131 é uma importante rodovia do estado, possuindo ao todo 19 km de extensão. A estrada liga o município de Vassouras até o município de Paraíba do Sul.

terça-feira, 5 de março de 2013

DER FINALIZA AS OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO EM SUMIDOURO

Obra estará pronta ainda esse mês


O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) está em fase de finalização das obras na Estrada Mariana, que liga o distrito de Mariana até a localidade de Campinas, em Sumidouro. ODER-RJ fez um investimento de R$ 1.490 milhões na execução que começou em novembro de 2012. Até o fim da primeira quinzena de março estará pronta para benefício dos motoristas que trafegam pela região.

Durante a execução, aproximadamente 30 homens trabalham no local utilizando retroescavadeira, pá mecânica, rolo compressor e caminhões de massa para terminar a obra o mais breve possível.

A pavimentação é essencial para o município de Sumidouro que, com cerca de 15.000 habitantes, tem sua economia baseada nas atividades de agricultura e a agropecuária
-->

IPEM INICIA ESTA SEMANA VERIFICAÇÃO DOS TAXÍMETROS DE NITERÓI

O serviço será realizado até 28 de março na Praça do Cafubá, em Piratininga


O Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (IPEM-RJ) começa esta semana a verificação periódica de taxímetros - exercício 2013 - no município de Niterói. O serviço será realizado de 5 a 28 de março na Praça do Cafubá, situada à Avenida Onze, Piratininga, através da unidade móvel do IPEM-RJ, o 'Baby', de 9h às 12h e de 13h às 16h. O taxista deverá comparecer ao local, de acordo com o agendamento, munidos dos seguintes documentos:
 
* Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) de 2012 ou 2013; 
* Certificado do IPEM-RJ do exercício de 2011, 2012 ou 2013;
* Certificado de Segurança Veicular, para carros movidos a Gás Natural Veicular (GNV);
* Taxa do Guia de Recolhimento da União (GRU) no valor de R$ 37,50 devidamente quitada (a GRU encontra-se disponível no site do órgão - www.ipem.rj.gov.br ou na sede do IPEM-RJ em Piedade)

No caso dos taxímetros verificados no exercício 2013 não será necessário o pagamento de outra taxa. Porém, o taxista deverá comparecer ao local da verificação, devidamente agendado, para a colocação do selo de vistoria 2013. Já os taxímetros que não foram verificados no exercício de 2011 estarão sujeito à multa.

Em relação ao permissionário que não puder efetuar a verificação no dia determinado, será necessário requerer prazo para nova vistoria, dentro do prazo estabelecido no calendário no local da verificação. Ao fim da vistoria, o serviço só será realizado na sede do IPEM-RJ, situada à Rua Padre Manuel da Nóbrega, n° 539, Piedade, Rio de Janeiro.

Confira o calendário da verificação periódica de taxímetro de Niterói:

Dias Finais de placa
05 a 08 de março 0 - 1 - 2
11 a 15 de março 3 - 4 - 5
18 a 22 de março 6 - 7
25 a 28 de março 8 - 9 

-->

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

COMEÇA REMOÇÃO DE ROCHA PARA DUPLICAR AVENIDA DO CONTORNO, EM NITERÓI

Começa nesta terça-feira (19/2) a principal fase das obras de ampliação da Avenida do Contorno, em Niterói. A Autopista Fluminense inicia a preparação do terreno visando a retirada de uma montanha de 40 mil metros cúbicos de rochas, às margens da estrada, um dos dez principais gargalos de trânsito do Rio de Janeiro. As intervenções, que abrirão espaço para a construção de mais uma faixa de rolamento e do acostamento, são realizadas fora da via, sem afetar o trânsito de veículos.

O Secretário de Transportes, Julio Lopes, o Diretor Superintendente da Autopista Fluminense, José Alberto Gallo, e representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) estarão presentes ao evento. 

A construção de 66 vigas necessárias para a implantação do novo viaduto sobre o pátio Leopoldina Railway (antiga estação ferroviária do Barreto), com 480 metros de extensão, já está em andamento.

A Avenida do Contorno recebe o fluxo de veículos provenientes de cidades como Niterói, Rio de Janeiro e outros municípios da região metropolitana, com destino à rodovia Niterói – Manilha e as regiões de São Gonçalo e Itaboraí. O trecho recebe cerca de 90 mil veículos por dia.
-->

sábado, 16 de fevereiro de 2013

ESTRADAS DO RIO TÊM DIMINUIÇÃO DE 34% DE ACIDENTES

Número de feridos diminui em 37%


O Batalhão de Polícia Rodoviária do Rio de Janeiro (BPRv) divulgou na tarde de hoje (14/02) o balanço das rodovias fluminenses durante o Carnaval com números de acidentes e vítimas bem menores que ano passado. Ocorreram 170 acidentes nas 110 rodovias do Estado, sendo 116 com vítimas. Nenhuma fatal. Ano passado, durante o mesmo período de festa, 260 acidentes foram registrados, sendo 125 com vítimas, entre elas cinco mortes. As reduções representam 34% menos acidentes e 37% menos vítimas.
 
A parceria entre o BPRv e o Departamento de Estradas de Rodagem cobre os 5.807 quilômetros, agindo principalmente por meio de campanhas educativas e fiscalizações de trânsito, para inibir o excesso de velocidade e tráfego de veículos no acostamento.

-->